As primeiras férias do bebê – Viajando com crianças pequenas

by Destinations Royal Holiday
bebe_Royal-Holiday

Ainda que possa parecer estranho para muitos pais novos e casais que esperam a “cegonha”, geralmente os experientes estão de acordo em que viajar com bebês pode ser muito mais fácil do que umas férias familiares com crianças maiores. Na verdade, os pais têm que se manterem alertas com uma criança correndo de um lado ao outro em localidades estrangeiras, os bebês são bastante imóveis e fáceis de cuidar. Entretanto, os viajantes ávidos que acabam de se tornar pais verão muitas mudanças em sua rotina de viagem.

O primeiro ajuste e, o mais importante, implica em estar consciente que tudo tomará mais tempo com um bebê, desde as viagens terrestres até os voos internacionais. Os pais novatos, em geral, demoraram muito tempo para trocar as fraldas, devem ter tempos de descanso para que o bebê se sinta confortável e saber lidar com grande quantidade de acessórios para o bebê em todas as partes. Sempre que você viajar para países desenvolvidos, poderá se sentir tranquilo em deixar em casa muitos artigos pesados e provisões adicionais. Com frequência, as empresas de aluguel de carros nas grandes cidades oferecem coisas como carrinhos para crianças e berços e, praticamente, em qualquer destino você encontrará numerosas opções de comida para bebês, fraldas e outras necessidades. No entanto, você não vai encontrar médicos familiarizados com a saúde de seu bebê em uma cidade estrangeira, portanto, assegure-se de que seu pequeno esteja em dia com suas vacinas antes de planejar qualquer viagem.

Uma boa cadeira para o bebê e muitas paradas no caminho ajudarão bastante a tornar mais fácil uma viagem, mas para garantir uma experiência verdadeiramente livre de complicações você necessita estar preparado. Comece ligando com antecedência para a linha aérea para perguntar como dão assistência às crianças pequenas e familiarize-se com as regras da TSA sobre levar fórmulas de alimentação a bordo, ou como passar o leite materno pelos filtros de segurança. Ainda que muitos pais desfrutem do fato de que seus filhos possam viajar grátis em seu colo, comprar uma passagem para o bebê é sempre uma boa ideia, pois uma cadeira para bebê aprovada para viagens aéreas continua sendo o lugar mais seguro para um bebê em um avião. Durante a decolagem e a aterrissagem, anime a seu bebê a mamar, quer seja no peito ou uma mamadeira ou chupar uma chupeta para aliviar a pressão nos ouvidos e assegure-se de levar muitos brinquedos para entreter o pequeno. Outra boa ideia é programar os voos durante a hora da sesta ou à noite, para que vá dormindo. O mais importante, no entanto, é lembrar que seu bebê não pode se desculpar por seu mau comportamento. Seja cortês e empático com seus companheiros de viagem e considere levar consigo muitos pares de tampões de ouvido descartáveis para dar-lhes em caso de que seu bebê decida expressar seu desagrado com a experiência de voar.